quinta-feira, 30 de dezembro de 2004

Me(i)a Culpa

O ressentimento contra a minha profissão que destila dos comentários dos meus companheiros de blog não deixa de ter a sua graça... Para que os incautos fiquem esclarecidos (não, não me senti atingido) eu, como muitos dos meus colegas, não caibo em nenhuma das duas categorias descritas. Não sou estagiário, trabalho de segunda a domingo, sem "intervalos" ou equilíbrios convenientes, mas também não sou principescamente pago (para mal dos meus pecados...)

Apesar de reconhecer, sem pejo, os muitos defeitos que a imprensa desportiva (aliás, a imprensa dedicada ao segmento do desporto, como muito bem aponta Bola4Ever) revela diariamente, sinto-me na obrigação de salientar que nunca, em muitos anos de prática desportiva e/ou trabalho relacionado com a dita, vi um jornalista falhar um golo, assinalar um "penalty" ou levantar a bandeira num fora-de-jogo.

Se a Comunicação Social em muito contribui para exacerbar os defeitos desta actividade (que não indústria), a verdade é que não está na origem de nenhum deles. Promovam o espectáculo, racionalizem os métodos de gestão, pugnem pela transparência contabilística e pelo rigor no cumprimento das obrigações fiscais e verão que, como sempre, a imprensa não será mais do que o espelho da realidade construída pelo meio em si.

Dito isto, acrescente-se que, entre os jornalistas, há bons e maus profissionais...

quarta-feira, 29 de dezembro de 2004

paradigma

jornalismo ou talvez não ! eis a profissão ... sim porque até nisso existem contradições, de um lado os explorados (miseráveis estagiários sugados até ao tutano e muito mal ou não pagos e lançados aos crocodilos como que pedindo que cometam os maiores erros), e, do outro, os principescamente pagos ...

como é duro o dia a dia do jornalista (imprensa escrita, segmento desportivo) ! às segundas, quartas e sextas, utilizamos o critério do mercado e puxamos a brasa à sardinha (qual praça) daquele que vende mais, deixando de fora as notícias mais importantes (exemplo disparatado: é mais importante se o roger fez compras de natal de mão dada com a ex-namorada do airton do que o fcp ter sido campeão do mundo - já sei que foi contra o onze caldas) , e às terças, quintas e sábados (ao domingo sabe deus !), vendemos umas doses de credibilidade e publicamos o que se considera (a cupla reunida dos deuses) serem as notícias mais relevantes ! pois é ... este equilibrio está dar cabo de mim e mais do que isso o poder de usar aleatoriamente um e outro argumento para sacudir a água do capote !

mas mais ... por um lado, ter que preencher espaços com notícias vindas directamente do congelador (repetições ou histórias da carochinha) porque não há notícias (mercado dos diários a quanto obrigas !?), e por outro, e quando há notícias ou motivos de reportagem, não ter espaço para dizer o essencial ou coisas muito importantes, acabando mesmo por dizer (ou não dizer) aquilo que não faz sentido ....

uff ... já estou cansado de trabalhar no fio da navalha, ou se quiserem num equilibrio instável (alguém disse e com muita razão que é necessário existirem desiquilibrios para se poder avançar - então de que é que estamos à espera !), esta profissão faz-me lembrar a "linha mortal" ! (lembram-se da julia roberts)


P.S.: também eu não resisti a fazer-me passar por jornalista ! afinal não somos todos os que escrevemos ... que ingenuidade a minha !

Samba natalício

As coisas não andam mesmo a correr bem ao ataque do "leão"... Se a tentativa de encontrar um ponta-de-lança capaz de reforçar o lote de opções ao dispor de José Peseiro não tem sido, para já, bem sucedida, o panorama assume contornos preocupantes quando o único avançado indiscutível também parece relutante em contribuir. É que o "matador" de serviço está a gostar tanto das férias que... nem sequer está disposto a voltar.

Bem sei que, na Bahia, o Natal se passa de forma agradável, de preferência na praia, mas alguém podia explicar a Liedson que, em Alvalade, isto de goleadores que vão para o Brasil e não voltam traz más e recentes recordações.

O homem até fez um esforço tão grande para ver aquele amarelo em Guimarães... É normal que não tenha percebido porque o Sporting decidiu antecipar o jogo da Taça: é que isto de jogar num "derby" não vale uns dias de sol...

segunda-feira, 27 de dezembro de 2004

Requiem à Beira-Mar

Se a a gestão do nobre clube de Aveiro tem sido alvo de diversos elogios, na sequência da divulgação dos resultados líquidos da SAD, relativos ao último exercício, a verdade é que os habituais excessos da consoada podem ter provocado danos irreparáveis no discernimento do seu inefável presidente. Não é que Mano Nunes, depois de protagonizar um divertido episódio com a colaboração desse vulto do futebol mundial que dá pelo nome de Chovanec, ou qualquer coisa parecida, já encontrou a solução final (teme-se que seja mesmo definitiva) para os problemas do Beira-Mar. Para evitar a descida de divisão contratou um especialista: Luís Campos! (este blog até dá notícias em primeira mão)

Realmente, existe aqui um dado incontestável: de descidas de divisão, Luís Campos percebe mais e melhor que ninguém...

Wome de Mota para... Coimbra

Sempre me disseram que o Pai Natal era um gajo porreiro, mas a senilidade acaba por bater à porta de todos, mesmo que a morada indique uma qualquer cabana na Lapónia. E não é que o raio do velho perdeu o respeito aos "grandes"?! Será que se esqueceu dos 486 milhões de adeptos que, como ele, preferem o encarnado?! Será que o verde que cobre o coração dos sportinguistas já não lhe merece qualquer consideração?! Será que o FC Porto... Bem, o homem negoceia directamente com o Papa, por isso é melhor não me meter no assunto...

Certo é que, de momento, a tão esperada reabertura de mercado, habitualmente tão propícia aos célebres reajustamentos de plantel, se arrisca a parir (qual montanha)... uma série de ratos.

Na Luz equaciona-se seriamente a possibilidade de aumentar a venda de cadeiras, para que os adeptos possam esperar, convenientemente sentados, a chegada de Robinho. É mesmo possível que o título chegue antes do brasileiro, mesmo se alguns jornais tudo fazem para nos convencer do contrário (às malvas o corporativismo...) O que é que o velho das barbas anda a fazer?! O forreta nem arranja uns milhõezinhos... Nem o Pai nem o Natal lhes valem... Mas há quem diga que estão quatro craques a chegar...

Em Alvalade, as vacas magras comeram o que restava da carteira, ao ponto do cofre não chegar nem para os Jorginhos da vida. A alternativa passa pelos desempregados, como Wome ou Mota. Se, no caso do primeiro, as negociações estão em curso, embora nem o Sporting nem o jogador saibam bem o que andam a fazer, no que diz respeito ao segundo a história é um bocado diferente: ambas as partes sabem bem o que pretendem. O jogador sabe que quer vir e o clube sabe que não o quer, nem... de carrinho. Por este andar, o reforço da frente de ataque vai limitar-se aos quatro dias em que Niculae consegue respirar sem partir alguma coisa... O estupor do Santa Claus está mesmo a dormir e o nem o Natal impede o "leão" de continuar coxo...

No Dragão o problema não se põe, pois até que as cadeiras ou os apitos produzam efeitos visíveis, o Papa garante que o Natal é quando um gajo quiser...

Desengane-se, porém, quem pensa que as agências de viagens da Lapónia excluíram dos seus pacotes este país à beira-mar plantado (era uma boa altura para perguntar quem é o treinador da equipa da Aveiro, mas isso agora não interessa nada). O velho senil e estuporado ignorou os "grandes" da capital e foi bater com os costados em Coimbra: andávamos nós a pensar que as finanças dos clubes portugueses estavam pela hora da morte quando a pujante Briosa contrata um jogador por uns módicos 1,8 milhões de euros...

É reconfortante saber que estamos no bom caminho...

Corporativismo

Esgotadas que estão as tréguas natalícias, penso que se impõe um pequeno esclarecimento. É verdade que os dados estatísticos publicados nos jornais desportivos pecam por alguma discrepância, mas este facto deriva de diversas condicionantes: critério de análise, método e atenção de quem recolhe os próprios dados, etc. Um cruzamento que, acidentalmente, ganha a direcção da baliza é um remate? Um remate que não chega ao destino (bate, por exemplo, nas perna de um defesa) deve ser contabilizado como remate?...
Além disso, raras são as vezes (ou os jornais) em que os jornalistas assumem a recolha destes dados, até porque abundam as empresas fornecedoras desse tipo de serviço.

Havendo razões de sobra para criticar a imprensa desportiva portuguesa e os jornalistas que para ela (bem ou mal) contribuem, parece-me que existem aspectos bem mais relevantes, que dela (e deles) directamente dependem...

Perdoem-me a intervenção ligeiramente... corporativista, em defesa da classe...

quinta-feira, 23 de dezembro de 2004

de 24 para 25 !

contagiado pela época e pela situação que se vive no futebol deste rectângulo, ficam os desejos para 2005:

- que o futebol português tenha mais casos e mais escândalos a ensombrá-lo;
- que os dirigentes sejam trolhas, doentes mentais e mafiosos, para podermos dizer e escrever mal sobre eles (incluindo neste blog);
- que os golos fora de jogo, com o braço e os que não ultrapassem a linha de golo sejam validados;
- que as declarações sobre eventuais casos para a justiça resolver sejam feitas à comunicação social;
- que os árbitros cometam mais erros e sobretudo que não os admitam;
- que os jogadores continuam a não ser os protagonistas e continuem a não falar;
- que a comunicação social seja parcial e não isenta na análise dos jogos e dos casos relacionados com o futebol;


- acorda que o almoço de natal está na mesa !
- hã, hã, ... mas já desembrulhámos os presentes. aiii ... foi o melhor natal da minha vida !!! ainda dizem que o pai natal não existe ... e eu estúpido que já não acreditava nele !!!

Um Bom Natal para todos!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2004

Os jornalistas que temos ...

Apreciação ao jogo Guimarães - Sporting:

Record, 21-12-2004:

- Remates: 9 - 12 (9 p/ Guimarães, 12 p/ Sporting)
- Cantos: 8 - 5
- Faltas: 23 - 11
- Foras de jogo: 4 - 5

A Bola, 21-12-2004:

- Remates: 11 - 13
- Cantos: 5 - 4
- Faltas: 17 - 16
- Foras de jogo: 5 - 5

A Bola deve estar a considerar o fora de jogo do Silva, vá lá.

ANDAM TODOS BÊBADOS A VER OS JOGOS, OU QUÊ?!

Como é que alguém pode dar crédito a esta gente?!

terça-feira, 21 de dezembro de 2004

O Sr. Trapattoni é diferente dos nossos ministros

O treinador do benfica não atira DVDs pela janela.
Mesmo que digam respeito aos jogos do Oliveirense com o Torcatense, o Cabeceirense ou o Vitigarinense, ele vê todos como muita atenção. Diz o Sr. Trapatonni "Tenho de ver o DVD do último jogo da Oliveirense para ver se podemos jogar com dois pontas-de-lança como fizemos no domingo ou se temos de reforçar o meio-campo com mais uma unidade" Eu acho que ele bem, acho que um colosso do futebol europeu, e talvez mundial, que é a Oliveirense, deve ser encarado com algum receio e a táctica deverá ser preparada com o maior dos cuidados, adaptando-se as características desses jogadores temíveis.

E dizia eu, que o Peseiro era medroso (sim, a palavra está bem escrita, o erre está no sítio certo....)!

a fuga para a vitória

é com grande motivação que abro uma excepção para falar de futebol ! pc está ao seu melhor nível e conseguiu mostrar esta semana que o fcp e a cm do porto são uma e a mesma coisa ! ponha-se a pau dr. rio porque com tanta água corre o risco de ficar sem caudal !

então não é que o anúncio está feito e tem todo o meu apoio, mas mais do que isso até acho, e está provado, que só tem vantagens para a cidade e para o país que a cm e o fc (ambos) do porto passem a ser negócios integrados, qual multinacional da transparência (a fazer com certeza esquecer casos como o de tapie ou de gil), com sinergias a vários níveis !

com a campanha para a fusão destas duas multinacionais a ter início com tamanha antecedência vai ser possível ver os apoiantes do fcp em plena praça do município em manifestações com gritos de incentivo à co-inceneração: ps!, ps!, ps! (por sócrates) e ao contrário vai ser possível ouvir os militantes do ps (partido socialista) com o novo slogan de campanha do partido para a cidade: assim se vê a força do pc ! oooppsss ... esses não são outros ? no minímo promíscuo ...

não se lembram de já terem visto este filme em qualquer lado ? eu ia jurar que sim ! seria sobre futebol ? ah já sei: "a fuga para a vitória"


segunda-feira, 20 de dezembro de 2004

Ele também quer os beijinhos do Argel...

A imprensa inglesa aponta o próximo treinador do benfica.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2004

Medo de quê, Sr. Peseiro?

O Sporting não tinha nada a perder em St. James Park. Empatar ou perder (por muitos golos que fosse) era completamente indiferente. A única coisa que interessava era ganhar o jogo e, consequentemente, o grupo. O Newcastle jogava sem vários titulares e era uma equipa mais do que acessível.

Mas o Sr. Peseiro pensou de outra maneira. Mudou a táctica e apresentou um onze super defensivo. Para quê? Para quê jogar com três centrais? Para quê jogar com dois (já para não considerar o Rocha trinco, como era na época passada) trincos à frente desses centrais? Não percebo. Na ausência de Hugo Viana e Carlos Martins, tirou também Pedro Barbosa e Douala, e quem é que levava a bola para a frente? Apenas Rochemback.... Porquê?

Depois o resultado foi o que se viu, o Sporting entrou mal no jogo, com uma equipa que não está habituada a jogar daquela maneira. Levou um golo e mais alguns lances de perigo.
Depois lá conseguiu empatar mas não teve ambição suficiente para tentar ganhar o jogo. Aparentemente, estava contente com o resultado. Mas contente com o quê?

O Sr. Peseiro cada vez que joga com uma equipa maior (já nas Antas foi a mesma coisa) tem medo. Muda a equipa e faz borrada.
Mas tem medo de quê, Sr. Peseiro? De ganhar?

terça-feira, 14 de dezembro de 2004

A mania da "Instituição"

O presidente do Benfica, Luis Filipe Vieira, veio dizer que os adeptos que apedrejaram o autocarro onde seguiam os jogadores do benfica, "Apedrejaram a instituição! Quem fez isso não deve ser benfiquista. A instituição, as pessoas que dirigem o clube e os jogadores não merecem esse tipo de comportamento".
Não percebi muito bem o que ele quis dizer com esta coisa da Instituição, então o autocarro não é do João Vieira Pinto?

Não pode ser!

Então não era desta que o rapaz ia para o Benfica?

hercule poirot

é com um dia de atraso que abro uma excepção para escrever sobre um tema (ou melhor o mesmo tema) que ameaça ser novela por muitos e bons anos e faço-o como recurso e em abono da minha sanidade mental (ou a que resta !)

penso ainda que estamos perante um caso que já não se resolve apenas recorrendo ao imprevisível sistema judicial e aos competentes serviços da polícia judiciária !

depois de termos sido informados de que o sistema do futebol português era bicéfalo eis que surgem as bombásticas declarações (ontem no record) de que essas cabeças afinal são encarnadas e que tudo estão a fazer para atrasar o clube que equipa de verde relativamente ao que o faz de encarnado !

pois é ... mas então quem é quem ? ... será que o major e o pápa são encarnados e ninguém tinha dado por nada ! será que os encarnados já têm a garantia de que o crime será cometido em nome de outros e de que serão os próximos campeões ! será que a próxima investigação vai ser sobre o caso "a bandeirinha encarnada" (apropriei-me injustamente da ideia lançada por dias ferreira - bandeirinha dourada - ontem no programa televisivo dia seguinte)! faz todo o sentido porque o clube da luz tem ganho tudo sistematicamente ao longo dos últimos anos ! será que afinal o sistema ao contrário do que quase todos pensavam é encarnado !

confesso que este mistério criado e alimentado de forma brilhante à entrada deste século XXI d.c. merece ser deslindado por um detective particular ...

quero-vos todos reunidos amanhã às 21.00 horas na sala da liga para desvendar o mistério e revelar o autor do crime !

- miss lemon ! a minha tisana por favor !

segunda-feira, 13 de dezembro de 2004

Pronto, nós voltamos lá para baixo...

Nos primeiros jogos do campeonato o Sporting jogava mal e aqueles rapazes do apito, que por alguma razão estranha têm muitas amigas brasileiras, ajudaram a pôr o Sporting lá para baixo. Recordo que em Setubal o penalty do Vitória é estranho (até porque ha um lance idêntico sobre o Liedson logo a seguir que não é sancionado), o Liedson é expulso por simulação, num lance em que sofre falta, contra o Maritimo e o Pedro Barbosa foi derrubado para penalty em Vila do Conde.
Não houve grandes queixas porque realmente a equipa estava mal e qualquer destes lances não foi assim tão escandaloso.

Nos jogos seguintes, o Sporting foi melhorando e, sem caso polémicos, foi-se chegando aos da frente.

No passado sábado podia ter chegado ao primeiro lugar, e não chegou porquê?
Não chegou, porque o auxiliar do Sr. Pedro Ferreira viu um fora de jogo que não lembra ao diabo. O defesa do braga estava parado, era tão fácil ver que estava em jogo. Mas o auxiliar não viu. Se calhar ainda estava a pensar na molatinha que passou com ele a noite anterior. Se calhar, estava a pensar na molatinha que ia passar com ela aquele noite. Ou se calhar estava a pensar, bolas se o Sporting ganhar passa para primeiro, deixa-me lá anular este golo.

Mas pronto, não queríamos chatear a discutir o titulo. Vão-se lá embora que nós ficamos por aqui a discutir o terceiro lugar com a equipa do grande Trap.


sexta-feira, 10 de dezembro de 2004

pare, escute e olhe o SLOGAN !

não é possível que não haja coragem e discernimento por parte dos clubes para mudar o estado de coisas a que chegou a liga ! seria mais ou menos fácil entender esta apatia se o sistema, qual pai natal, fosse presenteando aleatoriamente os principais clubes portugueses, no entanto esta inércia resulta de falta de visão e de medos pouco fundamentados ! não é possível que sem recolher qualquer tipo de benefício o interesse de pelo menos 35 clubes (em 36 para os menos atentos) seja manter, sistematicamente e ao longo dos anos, tudo na mesma ... ou se pelo contrário, existem benefícios, então mais uma vez essa mão de côr indefinida, a que para já convencionamos chamar "sistema" (volta adam smith ... estás perdoado ...cada vez damos mais valor à tua mão invisível !)distorce as regras da transparência na indústria do futebol.

porque é de mudança que falamos aproveito para citar o exemplo dado por jorge coroado em entrevista ao DN de hoje, e que foca o caso espanhol nos anos 70 ! pois é eles refundaram todas as estruturas do futebol (nada que eu não tenha dito no artigo "o exemplo que vem de baixo") e no que às pessoas diz respeito foi pura e simplesmente decretada a proibição de continuarem ligados ao futebol todos os dirigentes que até ai tinham estado ou estavam no activo ! simplesmente brilhante, ou como diria um realizador de cinema a propósito de nash - beautiful mind.

P.S.: sr. jorge coroado quero agradecer-lhe o exemplo que nos deixou e pedir-lhe que não acredite em nada disso ! nós cá no nosso cantinho já sem ser à beira mar plantado, porque também já não temos agricultura, mas temos muito orgulho, somos capazes de repetir vezes sem conta esse slogan tão popular que nos apazigua a alma: de espanha ... nem bom vento ... nem bom casamento.

Pobres rapazes....

Parece que o Governo quer obrigar os nosso heróis do Euro a pagar impostos sobre os prémios que ganharam ao serviço da selecção durante o Euro 2004. É incompreensível como é que estes rapazes que deram o máximo a representar as nossas cores, em troca de uns míseros tostões, não estão isentos do pagamento de IRS.
O que vai acontecer ao coitado do Figo que já estava a contar com esse dinheiro para finalmente levar a mulher a jantar fora, ao Rui Costa ia levar a sua mulher ao Algarve, como ela sempre sonhou, ao Fernando Couto que ia usar o dinheiro para cortar o cabelo...

Em Portugal é sempre assim, os ricos escapam e os pobres é que pagam impostos.

O Sampaio é que tem razão, corram com esses capitalistas do Governo o mais rapidamente possível.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2004

Ficção ou talvez não....

Ontem à noite estava a ver o DVD do Gato Fedorento e mudei de canal para ver as noticias, depois voltei a ver o DVD. Já não sei em qual dos dois programas vi um sketch hilariante.
Dizia o Jornalista:
-Sr. Trapattoni, Roger desvinculou-se esta semana do Fluminense. Poderá ser reforço do Benfica.
Ao que o Sr. de cabelos brancos respondeu:
- Rocha?
- Não, Roger.
- Rocha? Ricardo Rocha?
- Não, Roger.
- Ah! Roger.... Acho que não devemos falar do futuro imediato. Não devemos falar de jogadores senão o preço deles sobe e depois, surge outro clube. Primeiro tem um custo, depois outro...
- Mas Roger é jogador do clube.
- Da II Liga?
- Não, Roger. O brasileiro.
- Ah! Esse... Pensei que era o outro...

Este Ricardo Araujo Pereira lembra-se de cada história.....

domingo, 5 de dezembro de 2004

façam o favor de alternar !

o nosso sistema judicial teima em continuar a pregar-nos algumas partidas, mas desta feita a decisão tomada pela senhora juíza não deixa de ser caricata, apesar de provavelmente ter sido tecnicamente correcta.

então vai-se lá saber porque é que num caso relacionado com apitos cuja cor permanece, à luz do direito, indefinida, se tomam medidas como a que foi dirijida ao senhor antónio araújo ! que culpa tem o futebol de que o seu futuro seja muitas vezes decidido à média luz e na companhia de senhoras sérias, muitas delas até casadas ...

esta medida prejudica directamente as vendas de negócios legais cujos donos estão ligados a essa indústria chamada futebol ... não há direito ! por sua vez esta baixa na indústria do entretenimento tem graves consequências animicas na população e não ajuda o país a sair da dita crise de autoestima (o que é a vida sem este tipo de animação ...), para além do reflexo no nosso PIB

estes senhores que dominam a actividade nocturna acima do mondego não podem ser (como querem agora fazer crer) os únicos responsáveis pelo caso do apito, isto não é só uma questão de más companhias (o líder também tem que pagar por isso) ...

pelo exposto sou levado a fazer um pedido especial à senhora juíza: por favor separe o futebol da mafia e esta da indústria do entretenimento, ainda vai a tempo de mudar a decisão, afinal tanta gente o tem feito, ainda que há luz do princípio da alternância democrática (veja-se a duração deste governo, veja-se presidentes de clubes tão amigos e com tantos problemas em comum, veja-se a opinião do presidente da república sobre a dissolução da AR)...

senhora juíza deixe alternar ... sem isso deixa de existir um clube, uma região, um desporto, uma nação !

sexta-feira, 3 de dezembro de 2004

Sistema

E o velho é que era maluco...

Não deixa de ser engraçado ver como aqueles que chamaram maluco ao Dr. Dias da Cunha, pelas constantes referências ao sistema, se regozijam com a evolução no (tímido) combate à corrupção no futebol. Lembram-se, quando o venerando dirigente, em entrevista concedida à RTP, conduzida pela jornalista (?) Judite de Sousa, apontou Valentim Loureiro e Pinto da Costa como as "caras" do "sistema"?

Isto há coincidências...

quinta-feira, 2 de dezembro de 2004

onde está o TINO do futebol ?

pois é .... parece que adivinhava ... e ninguém ligou, mas eis que surge a 2ª peça do puzzle cujo nome é "a hegemonia do fcp", e depois não digam que não avisei e perdoem-me todos os benfiquistas e sportinguistas quando peço para abrirem os olhos e não acreditarem na aleatoriedade dos factos que rodeiam as arbitragens e o futebol português (o "sistema" com todas as letras), e já agora apontem as baterias correctamente !

mas o que é que se passa, nada ... só foram detidos, segundo notícia de hoje (SIC), quatro árbitros da super liga, um empresário de futebol (António Araújo - sabem quem é ?) e um sexto elemento, tendo sido efectuada uma visita da PJ à torre onde fica a SAD do fcp ...

será que a 2ª peça do puzzle foi motivada pela mudança de cor do apito, de dourado para azul ? era tão importante ter alguém com poder no futebol para poder seguir o exemplo do presidente da república e demitir tudo e todos e regenerar o sistema, penso que as pessoas sérias não se importam que o futebol fique a ser gerido por duodécimos ...

se ao menos houvesse um presidente (da junta já chegava) com poder e senso para tomar tal decisão, é que às vezes os que pior falam são os que mais razão têm e por isso gostava e vou gostar de ver a cara dos DVD`s (os que Duvidam do conteúdo do Vídeo Devolvido) deste pais !

quem se lembra do presidente da junta de freguesia, o Tino de Rãns (eu é que sou o presssssidente da junta ...), esse que já me bastava para por em ordem este sistema futebolês (é que já estou farto de engolir sapos) ... !!!

Blockbuster

Culpa tenho eu! Depois de ter chegado a duvidar da independência do governo em relação à "instituição" Benfica (ehehe... pareço o outro), chego afinal
à conclusão que a visão da direcção encarnada vai bem mais longe. Tal como haviam feito no passado, os rapazes da Luz pretendem assegurar com antecedência as relações preferenciais com o poder e, uma vez que o inefável Santana não oferecia garantias, partiram para a ofensiva.

Sim, quem tem razão é mesmo o Alberto João (que pode ter muitos defeitos, mas de parvo nunca teve nada). Sua Excelência o Presidente da República está a gozar o seu segundo mandato e resolveu dar uma lição de estratégia partidária aos tenrinhos que ainda acreditavam na constituição e no nosso sistema de governo. Consciente de que o senhor Ferro seria derretido num confronto eleitoral com o especialista Lopes, o bom do Jorge fez do segundo primeiro, com direito a cama e tudo... Agora, com o maleável Sócrates na batuta (deste não faria Platão apologia), a esperança é outra e, para criar um pretexto, bastou encomendar um simples DVD...

Enfim, o papel do Benfica foi o de uma espécie de... Blockbuster ao domicílio...

Última Hora

O DVD que derruba governos já está à venda no E-bay...
A licitação vai em 150 euros por JS.