terça-feira, 30 de novembro de 2004

mea culpa !

peço desculpa pela forma excessivamente dura com que abordei o assunto do DVD, não consegui ter a inteligência e a presença de espírito para perceber a importância deste caso, afinal o desporto em geral e o futebol em particular justificavam muito mais que um ministério (aquele não se justificava nem tinha capacidade para ver DVD`s), e fez muito bem o sr ministro em abandonar o governo, pois só agora percebi que ele percebeu o estado em que estavam as coisas no país futebolístico !

mas como um incidente nunca vem só, pasme-se em saber que afinal e ao contrário do que foi escrito num artigo deste blog, quem terá apanhado com o DVD que saiu pela janela foi o sr. presidente da república (afinal eu tinha razão quando dizia que o suporte era o próprio conteúdo !), que de seguida resolveu seguir o exemplo do demissionário ministro e desatou a atirar os outros ministros e secretários de estado também pela janela ...

nada será como dantes pelo que as implicações deste episódio são imprevisíveis, senão basta ver quanto teria pago a indústria do vínil (antes de desaparecer) para ter esta promoção com esta eficácia, quer dizer, nem os orçamentos de comunicação das 1000 maiores empresas do mundo conseguiriam obter estes resultados, senão vejamos as multiplas aplicações que passa a ter esse produto ... por exemplo, como forma de pressionar todo e qualquer governo ... ou, como forma de desenvolver a indústria do DVD sobretudo nos países produtores e de terceiro mundo, mas nem tudo é mau porque portugal pode aproveitar a patente e passar a ser também produtor de DVD`s ! (mesmo que isso signifique ter o estatuto de terceiro mundo) ... penso mesmo que no próximo governo só será necessário ter um ministro - o das actividades económicas !

mas não se preocupem que a tecnologia vai assegurar a transição, ouseja, passamos de um governo que ficará conhecido como analógico (não lê DVD !) e audiovisual (mediatizado) para um governo digital (?) e multimedia (?) ... com tanta tecnologia ainda dizem que falta conteúdo ... mas que falta de visão a minha !


Gente doida...

Não resisto a contar um pequeno incidente, ocorrido ontem. Estava eu a passar à porta das novas e luxuosas instalações da Federação Portuguesa de Futebol, quando me deparei com uma pequena multidão (pronto, eram três senhoras de idade avançada e um funcionário da EMEL) que, aparentemente, se manifestava com o intuito de influenciar as escolhas do seleccionador (inter)nacional. Não sei se ouvi bem, porque tinha acabado de passear por baixo da janela de um qualquer ministério e levei com 14 DVD's na cabeça, mas ia jurar que aquela gente gritava palavras de ordem como "Scolari, ladrão, (Carlos) Martins é Selecção" ou "Scolari, como é que não vês, que este Deco é português".

Gente doida...

O mister

Ainda a primeira volta do campeonato não chegou ao fim e os três grandes já trocaram de treinador. O FC Porto, esse, não esperou pelo pontapé de saída e, como os senadores não gostavam de futebol humano, despachou o senhor Del Neri. Mas os rapazes de Lisboa não lhe ficaram atrás...

Na Luz aposta-se numa "joint-venture": a tarefa de decidir divide-se entre um dos melhores treinadores do futebol mundial (Trap), um técnico defensivo que nada vence há 10 anos (Trap) e um simpático comissionista que conta pelos dedos (para não falar do ex-actual-ex-empresário/gestor). Lá para os lados de Alvalade, a aposta inicial recaiu sobre o ex-adjunto de Queiroz no Real Madrid (não se recomenda como referência), que se revelou um líder hesitante, incapaz de lidar com a imprensa e de gerir o mau arranque de uma equipa desequilibrada. Pressionados pelos resultados negativos, os dirigentes "leoninos" optaram por substituir José Peseiro por... José Peseiro, um treinador jovem e ambicioso, mas fraco na gestão da imprensa e dos recursos humanos. Os resultados, porém, foram surgindo, fruto da qualidade até então desconhecida a tão desequilibrado plantel...
Em que ficamos então?

Victor Fernandez não é Mourinho. Mesmo Mourinho, quando perder, vai deixar de ser Mourinho. O espanhol é, no entanto, um técnico de topo no futebol europeu, sendo mesmo apontado como um dos principais responsáveis pela competitividade que se instalou no futebol de "nuestros hermanos", ao implantar junto das equipas ditas médias ou pequenas um sistema de jogo que privilegia a velocidade e a mentalidade ofensiva. Como se tal não bastasse, o FC Porto possui o mais vasto - e potente - arsenal atacante da SuperLiga, senão da história da competição e, em condições normais, será certamente campeão. Entre Benfica e Sporting grassam as dúvidas, pois em Lisboa não moram McCarthys nem Diegos, nem muito menos Fernandez (este, ao longo dos últimos 4 anos, foi repetidamente oferecido aos "leões", mas o ordenado fugia ao orçanento)...


Quero com isto dizer que, para melhor saúde emocional, é melhor pôr de lado as euforias vermelhuscas e a azia alagartada, porque a batalha está para durar. Trap é um senhor do futebol mas não faz milagres e, apesar da sua forma de conceber o jogo, dificilmente estará disposto a transformar um grupo de bons rapazes com vontade de correr para a frente numa equipa rigorosa a defender, que seja capaz de ganhar pontos nos erros adversários. Peseiro, por seu lado, depois de estar a menos de 90 minutos do desemprego, ressuscitou, à custa de uma série de bons resultados patrocinados por circunstâncias muito particulares: calendário favorável (praticamente o mesmo que levou à euforia os vermelhuscos); boa forma de Liedson, Douala e Carlos Martins e uma razoável dose de bom senso nas opções. Não há, para já, heróis nem vilões, mas quatro pontos de atraso parecem-me poucos para quem, à quinta jornada, já tinha dito adeus ao título...

segunda-feira, 29 de novembro de 2004

Jogador do Ano da FIFA

O francês Henry, o ucraniano Shevchenko e o brasileiro Ronaldinho são os candidatos ao prémio de melhor jogador do ano atribuído pela Fifa.

Parece que o Deco ficou de fora dos nomeados porque não conseguiram determinar a nacionalidade do jogador do Barcelona ....


Pinigooool!

Mauricio Pinilla, ainda mal tinha jogado, já era o pior avançado do campeonato.
Os jornais falaram do primeiro golo do jovem chileno no campeonato como se do milagre de Fátima se tratasse. Agora até já dizem que foi pena ele ter saído.

O que é certo é que com 12 jornadas, Pinilla tem mais golos que grandes estrelas do futebol mundial, como Luis Fabiano, Nuno Gomes, Derlei ou Postiga.

Deviam dar mais tempo aos jogadores antes de os destruirem. Daqui a uns jogos se calhar também vão dizer que é uma pena o Paulo Almeida lesionar-se......

domingo, 28 de novembro de 2004

A bola que vem de cima

É inacreditável como um mero ministro de um executivo que tem por responsabilidade governar a nação não se verga de imediato ao incomensurável peso insitucional do SLB. Ouvi mesmo dizer que, com total descaramento, esse reles funcionário terá dito que tinha mais em que pensar! Intolerável! Está-se mesmo a ver que, nos States, o simpático George W e a sua Condoleesa Rice tiram dias inteiros para analisar ao pormenor os DVD's dos jogos dos Boston Celtics, quando estes se queixam da arbitragem...
E pensar que, com tanto DVD para ver, há outros que incomodam o governo com propostas de alteração ao ordenamento jurídico... Irresponsáveis, digo eu...

O exemplo que vem de baixo !

não consigo resistir mais à tentação de escrever sobre esse suporte de media chamado DVD ! ainda não o fiz porque o episódio parecia demasiado óbvio para merecer reflexão ! a forma escolhida pelos dirigentes do benfica pode não ter sido a melhor quando entregaram um DVD para mostrar o que de melhor se passa no nosso futebol (custa tanto dizer a palavra nosso !), pode até ter havido um erro de casting mas o que ninguém percebeu é que aquele gesto, já sei que muito básico, queria dizer que é necesário mudar alguma coisa (muita coisa) no nosso futebol sendo esse o próprio conteúdo da visita dos dirigentes ! o caso não teria ganho tanta importância se pelo menos o ex-ministro (uff !) tivesse percebido e se tivesse interessado por estudar o sistema desde a sua estrutura até às pessoas que lhe dão forma para depois se propor fazer obra - é que infelizmente chegamos a um estado de coisas em que a haver mudança ela tem que vir de cima, e mais, tem que ser imposta, o que dito de esta forma é por si só gravissímo. Como não percebeu dimitiu-se ou foi convidado a demitir-se !

Extrordinário é o facto de neste caso a regra que serviu de mote ao artigo de um ex-primeiro ministro no jornal expresso não se ter verificado, ou seja, aquela que diz que os incompetentes conseguem juntos expulsar as pessoas competentes, e sabem porquê ? porque já não existe a segunda categoria ! brilhante sr. ex-ministro ! brilhantes todos os que apoiaram e analisaram o caso ! brilhante quando neste desporto o exemplo também vem de baixo !

sexta-feira, 26 de novembro de 2004

DVD pela janela !

Genial a tirada do Sr. Ministro sobre a cópia certamente pirateada do jogo da catedral entre os lampiões e os morcões.

Para quem não ouviu, recomendo.

Será que o fim do melhor guarda redes da Europa está para breve?

Ou será que Fernandez quer dar descanso a Baía para ele se poder concentrar na selecção?

Jornada Europeia

As 3 equipas portuguesas jogaram com equipas fracas, ganharam e já estão todos contentes. Em principio, vão estar as 3 presentes na próxima eliminatória da Taça UEFA. Não fazem mais do que a obrigação!

Comentando o que mais interessa, o Sporting fez um jogo normalissimo.
Ganhou com facilidade a um adversário muito modesto.
Fez o que devia fazer sempre, embora isso muitas vezes não aconteça.
Penso que não há motivos para grandes alegrias. Não há razão para Peseiro começar já a falar em ganhar o grupo, como fez ontem.

A equipa está um pouco melhor, O Sporting tem ganho com a definição de 11 titular, especialmente por nele estarem incluídos Douala e Carlos Martins. Estes dois jogadores, com Liedson são responsáveis por quase todos os desiquilibrios que o Sporting consegue fazer. Ontem não foi excepção e estiveram os 3 fantásticos.

Mas vamos com calma sr. Peseiro.. Lembre-se do jogo das antas!

quarta-feira, 24 de novembro de 2004

From Russia with Love....

Hoje o FCP joga em Moscovo.
Há gente que diz que nestes jogos europeus devemos ser todos portugueses.
Mas o FCP pertence a Portugal? Eu acho que não....
Força Nuno Espírito Santo!
Força Wagner Love!

terça-feira, 23 de novembro de 2004

Porque é que não dá mais ?

Todos nos queixamos das arbitragens mas o que é facto é que este modelo está esgotado. Para quem viu ontem o programa na sporTV e referindo-me em concreto ao telefonema em directo do ex-árbitro Jorge Coroado, desafiando e contradizendo Guilherme Aguiar, a propósito de alegados escândalos (omissão de dados em relatórios e omnipresença do Jorge Coroado em dois jogos) percebe que desta forma não conseguimos beneficiar a indústria do futebol (do ponto de vista económico, desportivo e de entretenimento).

De que terá falado o benfica com o Governo?

Parece que falou da arbitragem...
Mas falou dos 20 cms que a bola entrou na baliza do Porto?
Ou do fora de jogo de mais do dobro do Simão contra o Rio Ave?

Acho engraçado que estes que tanto gozaram com o sistema do Dias da Cunha, e que a única preocupação que tiveram foi exercer influência na Liga e porem lá as pessoas que bem desejaram agora lutem por um futebol mais transparente, falando com ministros, atrás de ministros.


segunda-feira, 22 de novembro de 2004

Só para abrir as hostilidades

Numa semana em que há muito para falar e dizer mal, um pequenissimo post só para dar ínicio a este blog.


Saudações desportivas (leoninas),